Início » Uncategorized » Jandira: Walderi terá oposição acirrada

Jandira: Walderi terá oposição acirrada

O agora prefeito Walderi Braz Paschoalim (PSDB) terá pela frente uma disputa acirrada na Câmara Municipal. Apesar de ter ao seu lado a maioria absoluta dos vereadores, ele tem como oposição três vereadores petistas entre eles, Geraldo Teotonio da Silva, o Gê, ex-presidente da Câmara, em seu quinto mandato, Reginaldo Camilo dos Santos, ex-lider do governo anterior, e com três mandatos e Maura da Silva Santos Soares, ex-secretária da habitação e que retorna depois de dois mandatos.

Uma coisa é ter a oposição pura, aquela que nunca esteve no poder, e outra é tê-la com experiência de oito anos à frente do executivo. Hoje a oposição conhece o que é o poder e certamente dará muito trabalho ao novo prefeito.

Apesar de obter maioria, Walderi não terá vida fácil no legislativo, já que o PT de Jandira e seus aliados obtiveram 32% dos votos da cidade, o que o coloca mesmo com a derrota em uma força politica importante. Walderi sabe que não terá vida fácil quando se tratar de projetos polêmicos.

Um dos principais vereadores que estará a frente na oposição acirrada a Walderi será Zezinho, já que foi lider do governo e conhece como ninguem a estrutura política do executivo e seus tramites. Outro que também promete fazer muito barulho é o vereador Gê no qual o próprio Walderi reconhecia com um adversário difícil se fosse o candidato a prefeito.

Lideranças da oposição já começam a se rearticular, afinal o PT perdeu apenas em Jandira e venceu em cidades circunvizinhas como Carapicuiba, Itapevi, Osasco, Embu das Artes e Pirapora. Apesar do apoio velado do prefeito de Barueri Rubens Furlan , principal aliado regional de Walderi, quem parece estar dando as cartas na região são os prefeitos petistas , já que Furlan precisará se preocupar com sua casa, afinal a oposição já começa a mostrar que veio para ficar.

Mesmo estando a frente do governo do Estado, o PSDB  tem quadros politicos com situações complicadas. Nas eleições de outubro o partido teve problemas em Jandira com  Walderi, em  Cotia com  Carlão Camargo e também em Osasco, onde o candidato nem chegou ao segundo turno.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: